Produção utilizando a ordenação com base em códigos serializados efectuada por robôs | Omron, Portugal

Início de sessão

Please use more than 6 characters. Forgot your password? Click here to reset.

Alterar palavra-passe

Temos experienciado dificuldades técnicas. O seu pedido não foi submetido com sucesso. Por favor aceite as nossas desculpas e tente novamente mais tarde. Detalhes: [details]

Download

Registo

Temos experienciado dificuldades técnicas. O seu pedido não foi submetido com sucesso. Por favor aceite as nossas desculpas e tente novamente mais tarde. Detalhes: [details]

Download

Obrigado por se registar na Omron

Foi-lhe enviado um e-mail para concluir o registo da sua conta para

Voltar ao Website

obtenha acesso directo

Preencha os seus dados abaixo e obtenha acesso directo ao conteúdo desta página

Text error notification

Text error notification

Checkbox error notification

Checkbox error notification

Temos experienciado dificuldades técnicas. O seu pedido não foi submetido com sucesso. Por favor aceite as nossas desculpas e tente novamente mais tarde. Detalhes: [details]

Download

Agradecemos o seu interesse

Já tem acesso a Produção utilizando a ordenação com base em códigos serializados efectuada por robôs

Foi enviado um e-mail de confirmação para

Continuar para a página

ou obtenha acesso directo para transferir este documento

Produção utilizando a ordenação com base em códigos serializados efectuada por robôs

Dennis Verhoeven, Gestor do Mercado Industrial Europeu, Ciência da Vida na Omron; analisa como a personalização do produto é cada vez mais importante na indústria da alimentação e bebidas.

Tradicionalmente, vemos a automação como uma forma de tornar os processos de fabrico de grande volume mais eficientes. Visualizamos linhas de produção a trabalhar de forma rápida e eficiente com pouca intervenção humana.

Mas a automação também permite que um sistema de processamento seja ajustado com uma mudança rápida das opções de menu num painel de controlo, tornando viáveis números de lote cada vez mais reduzidos. Esta flexibilidade é fundamental face à evolução das preferências dos consumidores – novos gostos são criados devido à consciência da saúde e do respectivo custo.