Alimentar o sucesso da produção local de células de bateria | OMRON, Portugal

Início de sessão

Temos experienciado dificuldades técnicas. O seu pedido não foi submetido com sucesso. Por favor aceite as nossas desculpas e tente novamente mais tarde. Detalhes: [details]

Download

Registo

Temos experienciado dificuldades técnicas. O seu pedido não foi submetido com sucesso. Por favor aceite as nossas desculpas e tente novamente mais tarde. Detalhes: [details]

Download

Obrigado por se registar na Omron

Foi-lhe enviado um e-mail para concluir o registo da sua conta para

Voltar ao Website

obtenha acesso directo

Preencha os seus dados abaixo e obtenha acesso directo ao conteúdo desta página

Text error notification

Text error notification

Checkbox error notification

Checkbox error notification

Temos experienciado dificuldades técnicas. O seu pedido não foi submetido com sucesso. Por favor aceite as nossas desculpas e tente novamente mais tarde. Detalhes: [details]

Download

Agradecemos o seu interesse

Já tem acesso a Alimentar o sucesso da produção local de células de bateria

Foi enviado um e-mail de confirmação para

Continuar para a página

ou obtenha acesso directo para transferir este documento

Sustainable Manufacturing

Alimentar o sucesso da produção local de células de bateria

Publicado às 2021-09-20 09:12:44 UTC em Sustainable Manufacturing

O que devem as empresas de produção automóvel e de baterias ter em consideração para tornar a produção mais inovadora e competitiva? Aqui estão cinco dicas para futuras vantagens adicionais para a indústria.

Tanto os fabricantes especializados como os fabricantes de automóveis concordam que a mobilidade elétrica é o futuro. As baterias e o respetivo fabrico são essenciais para este desenvolvimento. Neste contexto, prevê-se que o mercado global de baterias de iões de lítio aumente de 44,2 mil milhões de dólares americanos (2020) para 94,4 mil milhões de dólares (2025). A transformação da indústria automóvel, de motores de combustão interna para baterias ou células de combustível a hidrogénio, apresenta grandes desafios às empresas.
Além disso, devido à pandemia de COVID-19, as vendas diminuíram, os regulamentos relativos às emissões tornaram-se mais rigorosos, há uma maior procura por digitalização e sustentabilidade e as empresas enfrentam as necessidades dos consumidores em constante mudança, bem como uma escassez de trabalhadores qualificados.
Num esforço de contribuição para a sociedade e melhoria das vidas, a OMRON pretende apoiar as empresas do setor para que estas se tornem mais eficientes e sustentáveis. O foco está nas linhas de produção inovadoras e nas tecnologias de automação que ajudam a garantir vantagens competitivas, bem como um funcionamento mais sustentável. 

A sustentabilidade é fundamental na produção de baterias "fabricadas na Europa"

De acordo com a investigação atual, a maioria das células de bateria utilizadas em todo o mundo ainda provém de instalações de produção na Ásia. Políticos e empresas pretendem que isto se altere rapidamente para reforçar a competitividade da indústria europeia no setor da mobilidade elétrica. Na Alemanha, por exemplo, o ministério federal da economia e energia está a financiar projetos de investigação e desenvolvimento de associações lideradas pela indústria, bem como projetos industriais individuais.
Como podem os intervenientes da indústria automóvel identificar e implementar novas tecnologias de produção transformadoras para permitir a produção económica de produtos de elevada qualidade? A produção sustentável de baterias depende de uma interação bem planeada entre seres humanos, máquinas e robótica para maior flexibilidade, maior digitalização e uso de inteligência artificial, para otimização contínua de processos. O conceito e as tecnologias da fábrica inteligente constituem uma base importante para estratégias orientadas para o futuro que permitem aos intervenientes europeus da indústria automóvel obter vantagens. Paralelamente à expansão e à conversão para novas tecnologias de transmissão, estas permitem modernizar a produção de forma abrangente e racionalizar as cadeias de fornecimento desde a respetiva base.

Fábrica inteligente: apostar na utilização de novos modelos e tecnologias de produção

Com a fábrica inteligente, os conceitos flexíveis e orientados para a produção do futuro harmonizam-se, abordando tópicos conhecidos, como cadeias de valor e fornecimento digital contínuas; fluxos de processo mais ágeis; bem como a estreita ligação entre a produção, a qualidade (evitar rejeições e desperdício), as necessidades dos clientes e a rastreabilidade ao longo da vida. Estas são ferramentas concebidas para sobreviver no mercado, agir de forma mais rentável, sustentável, rápida e segura, destacando-se da concorrência. Há também outros tópicos correntes, tais como digitalização, monitorização e rastreio, participação na cadeia de valor e melhoria das redes. A manutenção e qualidade preventivas, o planeamento integrado da produção e a visualização de processos serão igualmente considerados na fábrica inteligente do futuro. A OMRON responde a esta necessidade com o seu modelo "innovative-Automation!" (Automação inovadora).

Cinco dicas para um maior proveito futuro:

O que devem as empresas automóveis ter em consideração para tornar a produção mais inovadora e competitiva?
  1. Confiar na computação de ponta: as máquinas podem ser acopladas de forma mais eficiente do que nunca e os dados podem ser recolhidos, estruturados e analisados ao nível de ponta utilizando uma poderosa tecnologia de sensores.
  2. Utilizar tecnologia de sensores: recomenda-se os serviços remotos e a integração de tecnologia de sensores adicional para pontos de dados ausentes, identificação de máquinas e cibersegurança, mas também a utilização e conversão de protocolos de dados e comunicação.
  3. Impulsionar a colaboração entre máquinas e humanos: a mecatrónica e as soluções de TI unem-se cada vez mais, em interação, suportando processos de produção mais eficientes e flexíveis. Alguns exemplos concretos de aplicações são novos robôs industriais inteligentes e robôs móveis, mas também cobôs, que trabalham em colaboração com os funcionários da fábrica.
  4. Reunir componentes de processos de produção modernos na nuvem: ao fazê-lo, usufrui de uma monitorização central e transparente de todas as máquinas, sistemas e componentes através de módulos de software baseados em controlo ou funções localizadas na nuvem; por exemplo, em termos de gestão de ativos, monitorização de condições, manutenção preventiva ou serviços remotos.
  5. Utilizar a realidade aumentada (RA) como uma adição à fábrica inteligente: pode obter informações adicionais geradas por computadores, e os objetos virtuais complementam imagens em direto ou vídeos, o que lhe permite obter um nível extra de informações, assistência e conhecimento.
O controlo e otimização flexíveis e autónomos dos processos de produção encontram-se ainda em desenvolvimentos em muitas empresas. Contudo, aqueles que, atualmente, já exploram as possibilidades e dão os primeiros passos neste campo posicionam-se corretamente para as exigências futuras. Os especialistas em automação global da OMRON concentram-se na integração de tecnologias de IA topo de gama e em sistemas de produção e fabrico de mobilidade elétrica, para melhorar a estabilidade e a flexibilidade. Estas qualidades de fabrico são essenciais para assegurar a produtividade e competitividade da indústria, de modo a que a Europa possa manter a liderança no fornecimento de tecnologias e produtos de elevada qualidade para a mobilidade elétrica. 
A OMRON e respetiva rede de parceiros fornecem tecnologias estabelecidas, bem como soluções transformadoras que satisfazem as necessidades específicas da indústria europeia de fabrico de mobilidade elétrica. A qualidade preventiva e as capacidades de resposta orientadas por IA ajudam os operadores de máquinas a detetar e responder a alterações de parâmetros críticos em tempo real, atempadamente, sem que a qualidade do produto seja comprometida. Além disso, a IA contribui para desenvolver inter-relações entre os passos do produto e do processo, fornecendo informações valiosas que podem ser incorporadas em novos designs de produtos e estratégias de produção otimizadas. A flexibilidade é alcançada através de alterações em linhas de produção orientadas por IA que ajudam os operadores a configurar linhas para acomodar novos formatos de produtos. O tempo de alteração reduzido entre formatos de produtos aumenta o tempo de atividade da linha e reduz o desperdício.

Contacte os especialistas da Omron

Tem alguma questão ou gostaria de receber aconselhamento pessoal? Não hesite em contactar um dos nossos especialistas.
  • Henry Claussnitzer

    Henry Claussnitzer