Normagrup: maior flexibilidade, agilidade e rastreabilidade com robôs móveis | OMRON, Portugal

Início de sessão

Temos experienciado dificuldades técnicas. O seu pedido não foi submetido com sucesso. Por favor aceite as nossas desculpas e tente novamente mais tarde. Detalhes: [details]

Download

Registo

Temos experienciado dificuldades técnicas. O seu pedido não foi submetido com sucesso. Por favor aceite as nossas desculpas e tente novamente mais tarde. Detalhes: [details]

Download

Obrigado por se registar na Omron

Foi-lhe enviado um e-mail para concluir o registo da sua conta para

Voltar ao Website

obtenha acesso directo

Preencha os seus dados abaixo e obtenha acesso directo ao conteúdo desta página

Text error notification

Text error notification

Checkbox error notification

Checkbox error notification

Temos experienciado dificuldades técnicas. O seu pedido não foi submetido com sucesso. Por favor aceite as nossas desculpas e tente novamente mais tarde. Detalhes: [details]

Download

Agradecemos o seu interesse

Já tem acesso a Normagrup: maior flexibilidade, agilidade e rastreabilidade com robôs móveis

Foi enviado um e-mail de confirmação para

Continuar para a página

ou obtenha acesso directo para transferir este documento

Collaborative Robotics
automation blog

Normagrup: maior flexibilidade, agilidade e rastreabilidade com robôs móveis

Publicado às 2021-01-06 11:02:15 UTC em Collaborative Robotics

A Normagrup, especialista em iluminação tecnologicamente avançada, precisava de automatizar o transporte de materiais entre três áreas de produção, a área de montagem e um armazém automatizado, que envolve a deslocação através de espaços estreitos partilhados com o pessoal da fábrica.
Quando foi fundada, em 1971, a Normagrup desenvolveu manualmente uma luz de emergência. Tudo o que era necessário era um molde de madeira e um forno caseiro. Hoje em dia, a empresa espanhola é líder mundial em tecnologia dedicada à produção de iluminação interior. O espírito original da empresa e o desejo de criar produtos tecnológicos de alta qualidade permanecem intactos. A equipa está agora em condições de conceber, fabricar e testar a qualidade das luzes que produz nas suas instalações em Llanera (nas Astúrias, Espanha).
Esta equipa é também responsável pela concepção e lançamento dos processos de produção de cada elemento, o que lhe confere grande autonomia e liberdade para implementar novas tecnologias e melhorar a eficiência ano após ano.

A necessidade de robôs móveis autónomos (AMR)

Quando a Normagrup decidiu automatizar o transporte de materiais, optou por integrar uma frota de pequenos robôs móveis autónomos com estações de carga e descarga automáticas. Os AMR também foram fornecidos com tudo o que fosse necessário para comunicarem através do protocolo MQTT com o sistema de gestão do armazém (WMS). A Normagrup confiou à Inser Robótica a integração dos veículos inteligentes autónomos, que seriam capazes de passar por espaços estreitos partilhados com a equipa da fábrica.
"Foi um desafio demasiado grande para o conceito de veículos guiados automaticamente (AGV) ao qual estávamos habituados e que precisavam de passar por ambientes mais ou menos controlados através de trajectórias fixas", explica Mikel Jaureguizar, CEO da Normagrup.
A Inser Robótica realizou uma análise detalhada das rotas entre cada uma das três áreas de produção, a máquina de transferência de combustível e o armazém automatizado. A empresa chegou à conclusão de que quatro AMR LD-90 da OMRON, especialista em automação industrial, preencheriam todos os seus critérios.
"Estes veículos possuem tecnologia de navegação que lhes permite circular num ambiente em mudança, como o proposto. São capazes de gerir as próprias rotas, evitando obstáculos e procurando alternativas à trajectória planejada perante eventos inesperados, como uma pessoa que se atravessa no caminho", acrescenta Xabier Madina, gerente comercial de robótica móvel da Inser Robótica.
A capacidade de carga dos robôs seria mais do que suficiente, uma vez que cada um pode transportar até 90 kg. As cargas de Normagrup são sempre inferiores a 20 kg, deixando uma margem de 70 kg para a estrutura do transportador, o motor, os sensores e as antenas de comunicação sem fios.
Uma vez seleccionados os AMR adequados, era necessário conceber todos os acessórios obrigatórios para que as caixas pudessem ser recolhidas e entregues nos veículos. A experiência da Inser Robótica na utilização de tapetes de transporte facilitou a tarefa de integrar correias transportadoras na parte superior dos robôs. A empresa criou elementos de acoplamento para os sistemas de transporte utilizados pela Normagrup.

Um sistema inteligente

Finalmente, a frota tinha de estar equipada com um "cérebro". Para facilitar esta tarefa, foi utilizado o Enterprise Manager da OMRON e foi desenvolvida uma aplicação para comunicar com o WMS da Normagrup. O MQTT foi o serviço de mensagens utilizado, devido à sua grande versatilidade e robustez nas comunicações de máquina para máquina. Cada um dos veículos comunica através de Wi-Fi com o Enterprise Manager e com o WMS e ERP de produção.
"A integração de elementos tão revolucionários como estes pequenos veículos gerou um certo grau de incerteza. Toda a equipa da Inser Robótica conseguiu compreender e resolver, com engenho e profissionalismo, cada um dos desafios que surgiram", relata Mikel Jaureguizar.
Da mesma forma, Jon Ander de Léniz, gestor de projectos da Inser Robótica, explica que "ajudou muito que o cliente tivesse um alto nível de conhecimento técnico e fosse facilmente capaz de se adaptar a estas novas tecnologias".
Os novos robôs resultaram numa maior flexibilidade, maior agilidade e maior rastreabilidade dos itens na linha de montagem da iluminação.
"A Normagrup procurava não só um sistema flexível em termos de transporte de materiais na fábrica, mas também um equipamento integrado para carregamento e descarregamento. Por conseguinte, cada elemento de carga ou descarga está integrado como uma "ilha", com o seu próprio controlo integrado independente do resto do equipamento. Tal significa que, se amanhã quiserem deslocar um dos transportadores para outra posição, apenas é necessário desligá-lo, ligá-lo na nova posição e gravar novamente a posição de paragem do AMR", resume Jon Ander de Léniz. Contacte-nos para obter mais informações

Contacte os especialistas da Omron

Tem alguma questão ou gostaria de receber aconselhamento pessoal? Não hesite em contactar um dos nossos especialistas.
  • Omron Europe

    Omron Europe