Picos de produtividade: mudar de manutenção preventiva para manutenção preditiva | OMRON, Portugal

Início de sessão

Temos experienciado dificuldades técnicas. O seu pedido não foi submetido com sucesso. Por favor aceite as nossas desculpas e tente novamente mais tarde. Detalhes: [details]

Download

Registo

Temos experienciado dificuldades técnicas. O seu pedido não foi submetido com sucesso. Por favor aceite as nossas desculpas e tente novamente mais tarde. Detalhes: [details]

Download

Obrigado por se registar na Omron

Foi-lhe enviado um e-mail para concluir o registo da sua conta para

Voltar ao Website

obtenha acesso directo

Preencha os seus dados abaixo e obtenha acesso directo ao conteúdo desta página

Text error notification

Text error notification

Checkbox error notification

Checkbox error notification

Temos experienciado dificuldades técnicas. O seu pedido não foi submetido com sucesso. Por favor aceite as nossas desculpas e tente novamente mais tarde. Detalhes: [details]

Download

Agradecemos o seu interesse

Já tem acesso a Picos de produtividade: mudar de manutenção preventiva para manutenção preditiva

Foi enviado um e-mail de confirmação para

Continuar para a página

ou obtenha acesso directo para transferir este documento

Industry 4.0
Operational Excellence

Picos de produtividade: mudar de manutenção preventiva para manutenção preditiva

Publicado às 2021-12-17 12:00:00 UTC em Industry 4.0

A manutenção é um elemento vital para a prosperidade dos negócios, especialmente no setor do fabrico, onde o tempo de atividade permanente dos equipamentos da fábrica é, frequentemente, o padrão esperado. Como qualquer empresa já estabelecida sabe, manter as linhas de produção e os sistemas a funcionar na perfeição requer mais do que uma equipa de manutenção especializada. Envolve também planeamento cuidado, um calendário rigoroso, vigilância constante, disposição para substituir peças gastas e prontidão na resposta a eventos não planeados. Pelo menos, costumava ser assim.

Ponto da situação

Este é o estado atual da manutenção preventiva, legado das fábricas tradicionais, que combina metodologias de resolução de problemas com a prática de apagar fogos e bons palpites à moda antiga. A manutenção planeada e o tempo de inatividade programado em equipamentos e linhas de produção ainda se baseiam na vida útil média dos componentes que mantêm a produção em funcionamento. Alguns optam por substituir peças muito antes do fim da sua vida útil, "apenas para jogar pelo seguro", e isso pode ser um verdadeiro multiplicador de custos e uma fonte de tensão, não só financeira, mas também no local de trabalho. Afinal, a pressão que paira sobre uma equipa de manutenção de prever o próximo ponto de falha é também permanente, e os seus membros são os primeiros a arcar com as culpas quando as coisas correm mal. Então, qual é a alternativa?

Maior proximidade à Indústria 4.0

Nenhuma estratégia de manutenção é perfeita, porque haverá sempre eventos incontroláveis em qualquer instalação de grande escala ou complexa. Porém, adicionar maior clarividência e mais informação ao processo de tomada de decisão permite dar passos mais adequados e atempados. Por conseguinte, a manutenção preditiva está realmente a ganhar terreno. Mas como? Graças a uma nova geração de sensores frequentemente simples, os dados podem agora ser recolhidos a partir das configurações de fábricas existentes, revelando o estado real do equipamento e dos componentes. Estes dados fornecem a clarividência necessária para elevar a fábrica a um patamar mais próximo da Indústria 4.0.

É uma adição relativamente simples, mas profundamente eficaz, à manutenção das fábricas. Sensores de vibração, contadores, monitores de energia, controladores de temperatura, sistemas de visão, sistemas de medição, interrutores e sensores de segurança podem ser gradualmente integrados nos sistemas existentes, ao longo do tempo e a custo relativamente reduzido. O resultado é um sistema crescente de dados em tempo real ligados por sensores sem fios ou com fios, que funciona harmoniosamente nas fábricas para maximizar a produção.

Tirar o máximo partido dos dados existentes

As máquinas ligadas (ou uma rede de máquinas que enviam os respetivos dados para uma unidade centralizada) facilitam imenso a gestão diária de uma fábrica. Para os operadores, a segurança e a facilidade de utilização são melhoradas através de um conhecimento mais aprofundado do estado do equipamento. A manutenção é mais rigorosa, mais precisa e mais bem planeada. Ferramentas de análise simples podem analisar o estado dos componentes no sistema, identificando alterações que possam indicar um horizonte temporal para manutenção ou substituição.

Obviamente, equipar cada máquina com um sensor significa muitos dados para processar, mas isso pode ser bastante simplificado com a ajuda da tecnologia de inteligência artificial (IA). Equipada com o conhecimento de uma execução "padrão", a IA numa unidade como o controlador de IA da OMRON consegue aprender o que é anómalo e o que é apenas uma mudança de turno ou um evento de carga. Ao longo do tempo, o sistema pode oferecer uma supervisão cada vez mais precisa de toda a produção.

As vantagens de amanhã já hoje

A situação varia de fábrica para fábrica. Para alguns, o caminho para a Indústria 4.0 pode parecer ainda muito distante, e os primeiros passos para instalar sensores podem ser assustadores. A equipa de assistência da OMRON está sempre disponível para oferecer orientação, quer já esteja a incorporar a manutenção preditiva, quer esteja apenas a começar. Outras fábricas estão mais avançadas, tendo adotado a automação num maior número de fases da produção. Aqueles que usufruem da assistência de um robô OMRON, por exemplo, já conhecerão a tranquilidade proporcionada por um sistema que sabe exatamente que tipo de manutenção é necessária, e precisamente em que momento. Com equipamento inteligente integrado, acabaram-se os palpites no mundo complexo da manutenção.

Contacte-nos para obter mais informações

Contacte os especialistas da Omron

Tem alguma questão ou gostaria de receber aconselhamento pessoal? Não hesite em contactar um dos nossos especialistas.
  • Omron Europe

    Omron Europe